domingo, março 04, 2007

Últimos filmes vistos


Little Children - Pecados Íntimos

Ano: 2006

País: EUA

Realização: Todd Field

Elenco:
Kate Winslet
Jennifer Connelly
Patrick Wilson
Jackie Earle Haley



La Science des Rêves - A Ciência dos Sonhos

Ano: 2006

País: França

Realização: Michel Gondry

Elenco:
Gael García Bernal
Charlotte Gainsbourg
Alain Chabat



Firewall

Ano: 2006

País: EUA

Realização: Richard Loncraine

Elenco:
Harrison Ford
Paul Bettany
Virginia Madsen
Mary Lynn Rajskub
Alan Arkin



Rest Stop

Ano: 2006

País: EUA

Realização: John Shiban

Elenco:
Jaimie Alexander
Joey Mendicino
Nick Orefice





Miami Vice

Ano: 2006

País: EUA

Realização: Michael Mann

Elenco:
Colin Farrell
Jamie Foxx
Li Gong
Luis Tosar
Naomie Harris


The Da Vinci Code - O Código Da Vinci

Ano: 2006

País: EUA

Realização: Ron Howard

Elenco:
Tom Hanks
Audrey Tautou
Ian McKellen
Jean Reno
Alfred Molina
Paul Bettany

Comentários:

Little Children - Passado numa comunidade nos subúrbios americanos, Pecados íntimos, surge-nos como um filme onde várias personagens parecem viver os seus dias na pacata e rotineira normalidade. Mas a verdade é que a pacatez é abalada por uma série de situações menos rotineiras, onde duas histórias principais se cruzam, a dos casamentos vazios que induzem duas das personagens (Kate Winslet e Patrick Wilson) a manter um romance extra conjugal, e a do pedófilo (Jackie Earl Haley), recentemente saído da prisão, e do seu perseguidor (Noah Emmerich), um vingativo ex-polícia que fica obcecado com a segurança do bairro e faz de Ronnie (o pedófilo) o seu cavalo de batalha.
Na verdade "Pecados íntimos" retrata a puerilidade das personagens, que ficaram encerradas em sonhos de infância, ou em obsessões, que por um lado mostram o vazio das suas vidas, e por outro dão alguma esperança à felicidade e lutam contra as convenções sociais da comunidade.
Estas personagens são de facto as crianças do filme, crianças grandes, frustradas, com sonhos irrealizáveis, mas densas, cujas vidas são acompanhadas e relatadas por uma voz off de um narrador omnisciente. Um grande filme, sólido e humano!!!
La Science des Rêves - Stéphane (Gael García Bernal) é um jovem que vive entre os sonhos e a realidade, onde estes muitas vezes se confundem. De regresso a Paris, à casa materna, Stéphane vê-se num emprego, arranjado pela progenitora, completamente diferente do que esperava, ao mesmo tempo que conhece a vizinha do lado por quem se apaixona.
Desta vez Michel Gondry, não teve Kaufman a escrever, Gondry foi o argumentista e o realizador do filme, o que denota algumas diferenças gritantes e nos permite fazer algumas comparações que deixam La Science des Rêves a perder. No entanto o filme não deixa de ter os seus aspectos positivos e imagino que para Gondry deve ter sido um trabalho ligeiro e divertido.
La Science des Rêves ilustra os sonhos de Stéphane, por isso é, na maior parte das vezes, surreal e absurdo, como a maior parte dos sonhos que temos. Mas por detrás desta simples premissa do confundir o sonho com a realidade, esconde-se no fundo aquilo que todos fazemos muitas vezes, fugir a essa mesma realidade.
Visualmente acho o filme fantástico, o que advém da capacidade de Gondry nesta área, comprovada em alguns videoclips que fez para Björk ou Chemical Brothers. E se não é um Eternal Sunshine of the Spotless Mind , não deixa de ser um exercício curioso de cinema visual, que (pode parecer estranho) me lembrou muitas vezes alguns desenhos animados da minha infância, apresentados por Vasco Granja.
O filme mais peculiar que vi nos últimos tempos!
Firewall - Jack Stanfield (Harrison Ford) é o chefe de segurança informática de um banco que se vê envolvido numa emboscada por Bill Cox (Paul Bettany). Cox rapta a família de Stanfield para chantageá-lo, de forma a que este possa desbloquear o sistema de segurança, por ele criado, para desviar fundos do banco para uma conta offshore.
Ora bem, apenas me resta dizer que tenho saudades do Rick Deckard em Blade Runner, do Dr. Richard Walker em Frantic, de Allie Fox em The Mosquito Coast, de Indiana Jones, and so on. O que anda Harrison Ford a fazer ultimamente?
Rest Stop - Uma jovem, "americana", foge de casa com o namorado. Numa paragem (num rest stop) o namorado é raptado e ela vê-se perseguida por um assassino impiedoso.
Gore quanto baste, vazio até à exaustão, não me cabe comentar mais este filme.
Miami Vice - A recordar a série televisiva, Miami Vice, é um bom filme de acção, bem realizado e bem interpretado. Embora adaptado da série, e com uma premissa banal, não deixa de superar a mesma e dar-nos uns bons momentos de descontracção, com uma boa fotografia e uma boa banda sonora, superando também outros filmes de acção da actualidade.
The Da Vinci Code - Adaptado do livro de Dan Brown, o filme resume bem o livro, focando os aspectos mais relevantes da história. Embora a polémica seja muita, tanto à volta do livro pelos temas que debate, como à volta do filme, que ingratamente é criticado e julgado inferior ao livro, (pois não creio que devam fazer-se comparações deste tipo, pela dificuldade existente em adaptar o mesmo ao cinema) Da Vinci Code tem o seu mérito, assim como Ron Howard, porque torna-se atractivo em termos de acção, sem ser monótono e demasiado pormenorizado. Quanto às interpretações, destaco Paul Bettany, porque as outras personagens são, embora relevantes na história, menos fortes que este Silas na interpretação.

Etiquetas:

8 Comments:

Blogger _Loot_ said...

Emprestaram-me dois filmes dessa list, o Miami Vice que vi hoje e o código da vinci, que talvez veja algures esta semana.

12:08 da manhã  
Blogger serotonina said...

Estou muito curiosa com o "La Science des Rêves" e já consegui veo o half nelson, gostei muito. Escrevi um pequeno texto no sinapses sobre ele.

1:12 da tarde  
Anonymous paula e ruilima said...

Deste conjunto de filmes vimos o "Pecados Intimos" que adorámos embora Todd Field não tenha atingido a pontuação máxima que damos ao seu "Vidas Privadas". Quanto ao último Michael Mann gostámos bastante, já "O Código Da Vinci" estamos divididos, a Paula leu o romance muito antes de ele ser best-seller, adora o Dan Brown e gostou do filme, já para mim a presença do Tom e da Tatou, só prejudicam a película e depois o realizador é o nosso mal-amado Ron Howard.
Cumprimentos cinéfilos

paula e rui lima

7:00 da tarde  
Blogger Nirton Venancio said...

Obrigado pela visita ao meu blog Olhar Panorâmico. E estou gostando de ler e conhecer seu universo cinematográfico. Posso colocar o endereço em meu link?
Um abraço.

7:20 da tarde  
Blogger Nirton Venancio said...

passando novamente por aqui. É muito bom ler seus comentários.

11:24 da manhã  
Blogger Museu do Cinema said...

Pecados Íntimos é um filmão, o melhor de 2006!

1:08 da tarde  
Anonymous gonn1000 said...

Vi "Pecados Íntimos", "A Ciência dos Sonhos" e "Miami Vice" e gostei de todos, embora o primeiro esteja claramente à frente.

2:42 da manhã  
Blogger bateman said...

sinceramente esperava alguma coisa de firewall, nem que fosse bom entertenimento, mas foi uma desilusao completa... ford necessita de novo indy...comprimentos cinematograficos

11:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer