sábado, junho 23, 2007

Vampiros e Lobisomens



"Salem's Lot" (2004) Baseado no romance de STEPHEN KING

Realizador:
Mikael Salomon

Elenco:
Rob Lowe
Donald Sutherland
Samantha Mathis
Rutger Hauer




Sinopse:
Bem-vindo a Jerusalem's Lot - ou Salem's Lot, como é conhecida entre os seus moradores. Uma pacata cidadezinha do estado de Nova Inglaterra, com uma população de 1319 habitantes. Pelo menos até ao momento, pois um misterioso e ameaçador desconhecido acaba de se mudar para a imponente mansão Marsten, trazendo consigo um horror inimaginável.







"Blood and Chocolate" (2007)

Realização:
Katja von Garnier

Elenco:
Agnes Bruckner
Hugh Dancy
Olivier Martinez


Sinopse:
Com os "Cinco" no seu encalce, uma jovem e bela lobisomem chamada Vivian procura a paz nos braços de Aiden. Quando esta paixão ameaça expor o seu segredo, ela terá de escolher entre o amor por ser humana ou trair os votos secretos da sua família.

Comentário:
Confesso ter sido sempre grande apreciadora do género, (mais de vampiros que de lobisomens) embora por diversas vezes tenha sofrido as desilusões típicas em alguns filmes.
O género tem sido usado vezes sem conta ao longo da história do cinema, desde os grandes Bela Lugosi ou Christopher Lee, ou o belo "Nosferatu" de Murnau,(ou lobisomens como Lon Channey jr) por isso torna-se sempre difícil criar algumas inovações, provocar algumas surpresas. No entanto, continuarei sempre a tentar encontrar alguns exemplos desses mais aprazíveis, entre os mais recentes, por exemplo "Entrevista com o Vampiro" ou "A sombra do Vampiro" (embora prefira Drácula de Bram Stoker).
Mas bem, sobre os dois filmes acima referidos, devo dizer que nada trazem de surpreendente, embora um deles seja adaptado do genial Stephen King, e deixam-nos sem grande motivação. Um filme de vampiros deve ter sempre, para além do terror inerente, uma beleza, um mistério e uma classe que a figura em si representa e transporta (claro que há excepções, e vampiros totalmente desinteressantes), mas a propósito destas características aqui deixo a lista de alguns nomes que possuem todas, ou algumas delas:

Max Schreck - Graf Orlok (Nosferatu - Murnau)1922
Bela Lugosi - Count Dracula (Dracula - Tod Browning)1931
Gloria Holden - Countess Marya Zaleska -Dracula's Daughter (Dracula's Daughter -L. Hillyer)1936


Christopher Lee - Count Dracula (Dracula - Terence Fisher)1958









David Bowie - John e Catherine Deneuve - Miriam Blaylock (The Hunger - Tony Scott) 1983












Gary Oldman - Dracula (Dracula de Bram Stocker - Francis Ford Coppola) 1992











Tom Cruise - Lestat de Lioncourt, Brad Pitt - Louis de Pointe du Lac e Antonio Banderas - Armand (Interview with the Vampire - Neil Jordan) 1994

Willem Dafoe - Max Schreck (Shadow of the Vampire - E. Elias Merhige) 2000

Stuart Townsend - Lestat de Lioncourt e Vincent Perez - Marius de Romanus (Queen of the Damned - Michael Rymer) 2002



E bem, não sou grande apreciadora de lobos, por isso deixo apenas dois mais recentes que alguns bons clássicos existentes:



Jack Nicholson - Will Randall e Michelle Pfeiffer - Laura Alden (Wolf - Mike Nichols) 1994

Julian Sands - Manuel Romasanta ( Romasanta - Paco Plaza) 2004

Etiquetas:

7 Comments:

Anonymous Roberto Queiroz said...

Desse seu post, destaco Lobo, do Mike Nichols, Entrevista com Vampiro (a obra em si, não o elenco), inclusive li o romance de Anne Rice e o Drácula feito pelo Gary Oldman na produção do Coppola. Sangue e Chocolate eu vi o trailer quando fui assistir Dreamgirls no Via Parque e achei de uma imbecilidade atroz (me recuso a assistir esse tipo de produção). Não sei se você já viu A Sombra de um Vampiro, com John Malkovich e Willem Dafoe (caso não tenha visto, veja. É interessantíssimo!).

(http://claque-te.blogspot.com): As Virgens Suicidas, de Sofia Coppola.

2:03 da tarde  
Blogger Lua Obscura said...

"Sangue e chocolate" é deveras dispensável, fazes bem em não o quereres ver!
"A sombra do vampiro" já vi e é de facto interessante por colocar a própria personagem do Murnau na realização do "Nosferatu" e as interpretações são absolutamente fantásticas.
Mas de facto confesso ser uma verdadeira apaixonada pelo Gary Oldman na personagem de Drácula, e pelo próprio filme em geral que revi umas 5 vezes. Aliás, a figura de Vlad Tepes sempre me encantou.

5:12 da tarde  
Anonymous 7Olhares said...

boas sugestões, creio que resumem bem o panorama. Gostava já agora de acrescentar um filme que, apesar de (a meu ver) ser subvalorizado, tem um lugar especial entre esses. Não é directamente um filme do género, mas trata-o de uma forma original. Falo de Shadow of the Vampire, filme de 2000, realizado por elias merhige, com malkovich no papel principal (e representa o grande Murnau, realizando o seu nosferatu).

8:10 da tarde  
Blogger _Loot_ said...

Também adoro o tema (mais vampiros do que lubisomens como tu).
Mas tenho grandes falhas a corrigir ainda não consegui ver o Nosferatu, os do Bella Lugosi, etc.

Falando mais recentemente o Dracula de Bram Stoker é o meu favorito, a imagem de Gary Oldman a espetar a sua espada na cruz ficou-me gravada na memória e Gary Oldman é um actor fabuloso.

O Entrevista com o Vampiro é um filme poético, gostei muito e como tu dizes "Um filme de vampiros deve ter sempre, para além do terror inerente, uma beleza, um mistério e uma classe que a figura em si representa e transporta" e eu senti isso neste filme.

Já o Queen of the Damned não gostei.

12:11 da tarde  
Blogger Rui Luís Lima said...

olá
gostamos deste ciclo de terror e aproveitamos para deixar dois que por "fugirem" ao género talvez mereçam uma referência "Por Favor Não Me Morda o Pescoço" do Roman Polanski e o "Sangue Virgem para Drácula" da dupla Andy Wahrol/Paul Morrissey.
Cumprimentos cinéfilos
paula e rui lima

6:14 da tarde  
Blogger o alquimista said...

É curioso que não vi nenhum dos filmes que falas, mas já anotei e vou a uma vidioteca alugá-los...

Doce beijo

7:14 da tarde  
Blogger Gonçalo Trindade said...

Realmente o Gary Oldman como Drácula foi verdadeiramente maravilhoso... todo o filme é excelente, e nota-se que esta é de facto uma versão extremamente fiel ao romance, transmitindo por isso certos sentimentos que nenhum outro filme do género consegue transmitir. Todos os actores fazem um bom trabalho (desde Winona Rider até Keanu Reeves). Ainda há pouco tempo revi o filme no canal Hollywood :)

8:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer